Gabriel Galípolo responde: Questionário Proust — Gama Revista
Questionário Proust

Gabriel Galípolo

Economista

07 de Setembro de 2020

Especialista em infraestrutura, é presidente do banco Fator. Foi professor da PUC-SP e coautor do livro “Manda Quem Pode, Obedece Quem Tem Prejuízo” (Editora Contracorrente-2017), com Luiz Gonzaga Belluzzo

  • 1

    Qual é sua ideia de felicidade perfeita?

    Efêmera.

  • 2

    Qual é o seu maior medo?

    De parar por medo do desconhecido.

  • 3

    Que característica mais detesta em você?

    Intolerância com a falta de inteligência.

  • 4

    Que característica mais detesta nos outros?

    A falta de inteligência.

  • 5

    Que pessoa viva você mais admira?

    Funcionários da humanidade, como meu amigo Belluzzo.

  • 6

    Qual é a sua maior extravagância?

    Perder tempo.

  • 7

    Qual é o seu estado mental atual?

    Inquieto.

  • 8

    Que virtude considera superestimada?

    A paciência (passiva).

  • 9

    Em que ocasião você mente?

    Para evitar ser desagradável gratuitamente e avançar no essencial.

  • 10

    O que menos gosta sobre sua aparência?

    Os olhos que me veem.

  • 11

    Que pessoa viva você mais despreza?

    O covarde violento.

  • 12

    Que qualidade mais admira em um homem?

    Inteligência e altruísmo.

  • 13

    Que qualidade mais admira em uma mulher?

    Inteligência, altruísmo e charme.

  • 14

    De que palavras ou frases você abusa?

    Preferência pela liquidez (desde 2008).

  • 15

    O que ou quem é o maior amor da sua vida?

    Não acredito na hierarquia entre os amores pela mãe, mulher, pai, irmão ou amigos.

  • 16

    Quando e onde você foi mais feliz na vida?

    Em um abraço.

  • 17

    Que talento você mais gostaria de ter?

    Saber compor uma música.

  • 18

    Se você pudesse mudar uma coisa sobre você, o que seria?

    Gostaria de ser como as pessoas que amo e admiro gostariam que eu fosse.

  • 19

    O que considera sua maior conquista?

    Todas as pessoas que eu amo (inclusive as que não conquistei ou conquistei e perdi).

  • 20

    Se você morresse e voltasse como uma coisa ou uma pessoa, o que você gostaria de ser?

    Músico ou esportista.

  • 21

    Onde você mais gostaria de morar?

    Em uma sociedade onde as pessoas entendam que vivem em sociedade.

  • 22

    Qual é o seu pertence mais estimado?

    O que aprendi.

  • 23

    O que você considera o nível mais baixo da desgraça?

    Acreditar que é possível “vencer sozinho”, ser um self-made.

  • 24

    Qual sua ocupação favorita?

    Dialogar, na etimologia da palavra.

  • 25

    Qual sua característica mais marcante?

    Desejar.

  • 26

    O que você mais valoriza em seus amigos?

    Me aturarem.

  • 27

    Quais os seus escritores favoritos?

    Dostoiévski e Machado.

  • 28

    Quem é seu herói na ficção?

    Tom Joad, ao se despedir de sua mãe.

  • 29

    Com qual figura histórica você mais se identifica?

    Ao longo da História, minha empatia está com as figuras que resistem a toda forma de opressão.

  • 30

    Quem são seus heróis na vida real?

    Sou salvo diariamente por livros, músicas, palavras...

  • 31

    Quais são seus nomes favoritos?

    Os que chamam as minhas pessoas favoritas.

  • 32

    O que você mais detesta?

    Abuso.

  • 33

    Qual seu grande arrependimento?

    Ainda não ter lido todos os livros que gostaria.

  • 34

    Como gostaria de morrer?

    Sem causar dor ou sofrimento.

  • 35

    Qual é o seu lema?

    A vida é muito complexa para ser guiada por apenas um lema.

Especialista em infraestrutura, é presidente do banco Fator. Foi professor da PUC-SP e coautor do livro “Manda Quem Pode, Obedece Quem Tem Prejuízo” (Editora Contracorrente-2017), com Luiz Gonzaga Belluzzo

Quer mais dicas como essas no seu email?

Inscreva-se nas nossas newsletters

  • Todas as newsletters
  • Semana
  • A mais lida
  • Nossas escolhas
  • Achamos que vale
  • Life hacks
  • Obrigada pelo interesse!

    Encaminhamos um e-mail de confirmação