Marcio Kogan — Gama Revista

Chefe do premiado Studio MK27, que representou a Bienal de Veneza em 2012, é membro honorário do AIA (American Institute of Architects), professor da Escola da Cidade e da Politecnico di Milano

  • 1

    Qual é sua ideia de felicidade perfeita?

    Comer uma cotoletta ala milanese em boa companhia.

  • 2

    Qual é o seu maior medo?

    Morte, doença grave, amputação, estrangulamento, sufocamento e montanha-russa.

  • 3

    Que característica mais detesta em você?

    Profissionalmente falando: perfeccionismo.

  • 4

    Que característica mais detesta nos outros?

    Má educação, violência, agressividade.

  • 5

    Que pessoa viva você mais admira?

    Muita gente ligada a arquitetura, cinema e literatura e quase ninguém na política – talvez o Obama seja o único.

  • 6

    Qual é a sua maior extravagância?

    Tomar uma Coca-Cola com muito gelo e limão todo final de ano no bar do Hotel Andaz, em Tóquio.

  • 7

    Qual é o seu estado mental atual?

    Levemente depressivo-feliz.

  • 8

    Que virtude considera superestimada?

    Calma.

  • 9

    Em que ocasião você mente?

    Somente em entrevistas.

  • 10

    O que menos gosta sobre sua aparência?

    Os dentes do siso encavalados.

  • 11

    Que pessoa viva você mais despreza?

    O cara que você deve estar pensando.

  • 12

    Que qualidade mais admira em um homem?

    Gosto de pessoas delicadas e elegantes.

  • 13

    Que qualidade mais admira em uma mulher?

    Gosto de pessoas delicadas e elegantes.

  • 14

    De que palavras ou frases você abusa?

    “Legal”.

  • 15

    O que ou quem é o maior amor da sua vida?

    Obviamente meu filho.

  • 16

    Quando e onde você foi mais feliz na vida?

    Dediquei grande parte da minha vida à arquitetura, a qual me trouxe muita felicidade.

  • 17

    Que talento você mais gostaria de ter?

    Tocar piano bem melhor do que eu toco ou tocar trompete como Miles Davis. Humilde, não?

  • 18

    Se você pudesse mudar uma coisa sobre você, o que seria?

    Talvez o joelho do lado direito.

  • 19

    O que considera sua maior conquista?

    Várias coisas ligadas à minha vida de arquiteto.

  • 20

    Se você morresse e voltasse como uma coisa ou uma pessoa, o que você gostaria de ser?

    Gostaria de ser uma mulher, uma bela mulher.

  • 21

    Onde você mais gostaria de morar?

    São Paulo. Esta cidade violenta e caótica é a minha preferida. Gosto de morar aqui.

  • 22

    Qual é o seu pertence mais estimado?

    Uma coleção de desenhos de Federico Fellini.

  • 23

    O que você considera o nível mais baixo da desgraça?

    Gosto de um episódio em Helsinque do filme “Night on Earth” de Jim Jarmusch, onde a tragédia que o passageiro do taxi conta para o motorista é ridícula comparada com a desgraça deste.

  • 24

    Qual sua ocupação favorita?

    Ler, ouvir música e assistir a filmes. Gosto de séries e esportes na TV.

  • 25

    Qual sua característica mais marcante?

    A mesma do meu maior defeito.

  • 26

    O que você mais valoriza em seus amigos?

    Empatia e carinho.

  • 27

    Quais os seus escritores favoritos?

    Philip Roth, Amós Oz, Junichiro Tanizaki, Michel Houellebecq e vários da geração beat.

  • 28

    Quem é seu herói na ficção?

    O menino Johan do filme “O Silêncio”, de Ingmar Bergman.

  • 29

    Com qual figura histórica você mais se identifica?

    Graças a Deus, com ninguém.

  • 30

    Quem são seus heróis na vida real?

    Todos ligados à minha paixão pelo cinema, como Ingmar Bergman, Federico Fellini, Jacques Tati e mais recentemente o palestino Elia Suleiman.

  • 31

    Quais são seus nomes favoritos?

    Meu filho ficou meses sem nome porque não conseguia escolher. Acabou sendo chamado de Flipper antes de se tornar Gabriel.

  • 32

    O que você mais detesta?

    Burocracia que é feita para atrapalhar a vida. Me faz lembrar aqueles tabuleiros de futebol de criança, onde colocam alguns pinos só para dificultar.

  • 33

    Qual seu grande arrependimento?

    Acho que não me arrependo de nada, a não ser não ter jogado 01 / 32 / 37 / 44 /46 e 47 na mega-sena desta semana.

  • 34

    Como gostaria de morrer?

    Como todo mundo, dormindo aos cem anos.

  • 35

    Qual é o seu lema?

    Como diria Ludwig Mies van der Rohe “Menos é mais”.

Chefe do premiado Studio MK27, que representou a Bienal de Veneza em 2012, é membro honorário do AIA (American Institute of Architects), professor da Escola da Cidade e da Politecnico di Milano

Quer mais dicas como essas no seu email?

Inscreva-se nas nossas newsletters

  • Todas as newsletters
  • Semana
  • A mais lida
  • Nossas escolhas
  • Achamos que vale
  • Life hacks
  • Obrigada pelo interesse!

    Encaminhamos um e-mail de confirmação