Bloco de notas da Semana "Como descansar?" — Gama Revista
Como descansar?

5

Bloco de notas

Bloco de notas

Dicas para escolher um colchão, o repouso como reparação histórica e as folgas do trabalhador brasileiro se comparadas ao resto do mundo. A seleção da equipe Gama para descansar melhor

22 de Novembro de 2020
  • O projeto THE NAP MINISTRY, fundado em 2016, acredita no descanso como resistência, empoderamento e liberdade. De acordo com eles, o ato de descansar é político. O grupo realiza Nap Experiences (experiências de cochilo, em tradução livre), que envolvem instalações artísticas, workshops e palestras sobre a importância do descanso em um contexto de cansaço extremo. A fundadora do projeto, Tricia Hersey, explicou PORQUE SEU DESCANSO VALE A PENA no podcast da The Atlantic. Se a sua soneca precisa de trilha sonora, o projeto compartilha uma PLAYLIST PARA DESCANSAR.

  • Imagem da listagem de bloco de notas
    Arquivo Sérgio Rodrigues

    Em 2018, a cidade baiana de Belmonte inaugurou o MUSEU DAS CADEIRAS BRASILEIRAS, que apresenta um acervo recheado de peças de designers icônicos como Irmãos Campana, Aida Boal, Joaquim Tenreiro, Carol Gay, Claudia Moreira Salles, entre outros. As assinaturas e obras foram organizadas por Christian Larsen, curador do The Metropolitan Museum of Art (MET), de Nova York. Fica o convite para conhecer as cadeiras mais clássicas do país, sentar em algumas delas e aproveitar para descansar.

  • No bairro de Brooklyn, em Nova York, um grupo de pessoas se reuniu para meditar — uma homenagem dedicada ao assassinato de George Floyd e ao movimento do Black Lives Matter. O evento levantou o debate sobre a urgência do DESCANSO COMO REPARAÇÃO HISTÓRICA. Para o New York Times, a jornalista Sandra E. Garcia abordou novos estudos sobre traumas intergeracionais, passados de geração em geração, e a importância do descanso, autocuidado e práticas como a meditação e exercícios de respiração para combater a exaustão de lutas sociais históricas.

  • “Fico às vezes até sem comer/ Só pra não mastigar/ não há coisa melhor/ Do que não fazer nada/ E depois descansar”

    Diz Alcione em sua música “A voz do samba todo mundo quer”, single que foi lançado junto ao seu álbum de estreia, “A voz do samba”, em meados de 1975. E desde aquela época, realmente não há coisa melhor do que não fazer nada.

  • “A ideia de que você pode estender indefinidamente seu foco e produtividade está errada. É autodestrutivo” diz à Folha de S. Paulo o pesquisador Andrew Smart, sobre rotinas extensas de trabalho, responsáveis por efeitos nocivos à saúde e por atrapalhar a produtividade. PARA DIMINUIR A JORNADA DE TRABALHO, MOTIVOS NÃO FALTAM: o ócio é necessário para a consolidação da memória e a capacidade de vislumbrar o futuro. Para os que não aguentam ficar longe de qualquer estímulo durante a pausa no expediente, mergulhar num livro, desenhar ou meditar são meios para descansar de maneira ativa.


  • E quem não pode descansar? O documentário de Bernard Attal, “SEM DESCANSO” (2020), acompanha a busca obstinada de um pai pelo filho desaparecido, Geovane Mascarenhas, um jovem morador da periferia de Salvador que é levado por uma viatura da polícia militar em plena luz do dia e nunca mais é visto. Apoiado pelo jornal local, o pai conduziu as investigações praticamente por conta própria, e não descansou até descobrir o paradeiro de seu filho. A produção tece a investigação do caso com um debate sobre as raízes históricas e sociais da brutalidade policial.

  • Na Gama, tivemos uma Semana inteira dedicada ao SONO. Se não dormiu bem e ainda precisa descansar, a edição reúne depoimentos com dicas e alternativas para dormir melhor, a razão de estarmos todos desesperados por uma boa noite de sono, a história da mulher que hibernou por um ano e a saga de Antonio Prata para ninar sua filha, além de novos gadgets que ajudam (ou atrapalham?) na missão dos sonhos.

  • Imagem da listagem de bloco de notas
    Sariana Fernández / Nexo Jornal

    Falando em sono, a escolha do colchão é premissa para uma noite bem dormida. Por isso, o Nexo reuniu dicas da Fundação Nacional do Sono dos Estados Unidos, principal instituição de pesquisa e divulgação das ciências do sono no mundo, para ESCOLHER COM SABEDORIA UM BOM COLCHÃO — tanto que, entre os super-ricos, colchões de seis dígitos são a nova febre. Para decidir seu tipo ideal, tenha em mente seu peso e a posição que gosta de dormir. Se está abaixo dos 58 quilos e dorme de lado, prefira colchões macios. Se pesa por volta de 90 quilos e dorme de barriga para baixo, os firmes são a melhor opção.

  • Imagem da listagem de bloco de notas
    The Art of Rest by Claudia Hammond. Cover design by Valeri Rangelov
    Divulgação

    A psicóloga britânica Claudia Hammond participou da maior pesquisa sobre descanso do mundo (que percorreu 135 países e 18 mil pessoas), e revelou um pouco do que descobriu no inquérito em seu livro “THE ART OF REST” (A arte do descanso, em tradução livre. Editora Canongate Books, 2020), que versa sobre uma sociedade que se vangloria pela exaustão constante, falta de tempo e que não enxerga a relevância do descanso. De acordo com Hammond, o título oferece um roteiro para uma vida mais descansada e equilibrada.

  • O mapa interativo da Superinteressante mostra quanto duram AS FOLGAS DE CADA PAÍS. E acredite se quiser: o Brasil tem mais férias do que 76% do planeta. Aqui, o descanso é permitido por até 30 dias seguidos, 22 dias úteis — um privilégio. No ranking, estamos em 18º lugar, perdendo para poucos países, como Áustria (25 dias úteis de folga), Reino Unido (28) e o líder Kuwait (30).